quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Últimos suspiros do blog... é hora de dizer adeus

Caraca, mais um ano inteiro sem escrever nada.
Quem é (ou era) pantufeiro de plantão talvez tenha sentido falta de mim ou saudade dos meus posts. E acreditem, ninguém sente mais saudades que eu. :)

Resumo de 2012: fui mamãe em abril, o meu filho Ivan é lindo, o casamento vai bem, azamigas estão por aí, o Palmeiras caiu, o Serra se ferrou, os colchões Kingstar continuam o mesmo preço e eu ainda não voltei a trabalhar por causa da velha e chatinha E.M.

A vida de mãe é muito legal, é a coisa mais gostosa do mundo. Meu filho é muito lindo, doce e especial. Ele herdou os traços mais bonitos das duas famílias, e vai ser muito mais inteligente do que eu já fui um dia.

Eu queria muito ser uma daquelas mamães blogueiras, que têm criatividade e fluência pra contar todos os detalhes da aventura de ser mãe, todas as descobertas, as sapequices, as reações dele provando as comidinhas, os inúmeros testes com fraldas e etc. Apesar de ficar conectada praticamente o tempo todo, está mesmo me faltando criatividade e fluência pra escrever. E, como imagens falam mais que 1000 palavras, o Facebook tá aí pra quem quiser ver, rsrs.

E, sim: igualzinho eu tinha imaginado um dia, várias pessoas já me viram com ele no colo, amamentando e tudo o mais, e depois de 1000 elogios à sua fofura vieram me perguntar quem é a mãe dele. =p totalmente ridículo, mas enfim... o negócio é fazer cara de alface, dizer mentalmente um "vai tomar caju" e a vida continua.

Bom, pessoal, é hora de dizer adeus... Não que eu tenha perdido totalmente o dom de escrever (isola!!!), e também não estou abandonando a vida virtual para sempre... Mas o Jaca já teve seus dias de glória... e quando eu olho as páginas de 7, 8 anos atrás, vejo a Luciene novinha, recém-formada e cheia de sonhos, que ainda acreditava que ia ganhar o mundo na idéia e no grito (ops!! idéia nem tem mais acento). Eu me dei conta que o blog por si só já tinha se afastado de mim e dado o seu adeus... Mas já que estava mesmo faltando um fechamento oficial, então tá aí.

Minha vida é um livro aberto, e aqui ficaram registrados alguns capítulos. Ficarão aqui para a posteridade (ou enquanto o blogger for gratuito, rsrs). Obrigada por enfiarem o pé aqui nesses 8 anos. Me emocionei!! :')

Beijos com muito carinho,
da amiga Lu.

Um comentário:

RENATA disse...

Saudades das épocas em que éramos empolgadas e criativas!rsrsrsrs
Fadiga matou nóis!

Besos, nega